Membros

FAMÍLIA E CONSUMO DE DROGAS



Foi realizada uma revisão da literatura sobre tratamento para o uso indevido/ou abusivo de drogas, ressaltando a importância da inserção da família nos diversos estágios, priorizando a adolescência como o momento do ciclo vital mais fértil para o uso indevido de drogas. Tal revisão, que abrange o período de 1995 a 2002, buscou destacar assuntos como os métodos diversos para o engajamento do adicto no tratamento; a diversidade de tratamentos para a adicção, com ênfase nos que abrangem a família e a rede social mais próxima do jovem adicto; os aspectos reveladores do impacto de diferentes tratamentos na população estudada; e o tratamento do uso abusivo de drogas em instituições, e suas repercussões.
A família apareceu como co-autora tanto do surgimento do abuso de drogas quanto como instituição protetora para a saúde de seus membros. Além disso, os estudos mostram, em sua maioria, que o uso indevido ou abusivo de drogas se dá, geralmente, na adolescência, sendo esses comportamentos multideterminados, que incluem vivências de precocidade nas atividades sexuais e abandono dos estudos, entre outros. O uso de drogas pode ser considerada uma forma de lidar com as situações problemáticas da vida. É, portanto, um fenômeno complexo, podendo ser entendido, em parte, pela análise do contexto sociocultural e familiar onde se forma.


Saiba onde encontrar ajuda gratuíta CLICANDO AQUI
Agradeço:http://psicoativas.ufcspa.edu.br
Fonte:Schenker M, Minayo M.M Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 20(3):649-659, mai-jun, 2004