Membros

Ao redor da Mesa com Meus Filhos


 
Os quais temos ouvido e sabido, e nossos pais no-los têm contado.Não os encobriremos aos seus filhos, mostrando à geração futura os louvores do SENHOR, assim como a sua força e as maravilhas que fez.(Salmos 78:3,4)
Desde pequeninos, eles sentam-se ao redor da mesa conosco e juntos fazemos o culto doméstico. Cantamos, lemos a palavra, meditamos, oramos e comemos. Há alguns anos atrás, olhava aquela cena linda de se ver. três rostinhos com bochechas rechonchudas e olhinhos atentos a tudo, principalmente, ao café da manhã que nos esperava. As mãozinhas inquietas mal continham-se para não atacar o pão com queijo ou o cuscuz com manteiga e o copo de achocolatado antes da hora. 
Eu sei que era uma tortura quando estendíamos as palavras por alguns minutos a mais ou quando a oração era longa... Eles ficavam inquietos por estarem em jejum. Nesses momentos queríamos ensinar a disciplina, o saber esperar. As vezes eu nem tinha me servido quando o primeiro já pedia mais. Sinto saudades desse tempo. 
Hoje, são duas mocinhas e um rapazinho, ao redor da mesa.As mãozinhas gordinhas, agora têm dedos longos e a comída já não é tão esperada com ansiedade como antes. Sempre há alguém fazendo dieta...Porém, algo não mudou, a paz que sentimos nesses momentos, a palavra que lemos e a música que mais cantamos também continua a mesma: "Cristo Jesus é Fiel amígo, Ele só, Ele so... E na tristeza está comígo! Ele só! Ele só. E nas lutas de cada dia Cristo nunca me deixa só. Pois Ele é meu seguro guia, Ele só! Ele só!"
Esse mesmo hino, cantávamos lá em casa, com minha mãe nos nossos cultos domésticos. Dona Cecília era categórica,
 sem culto doméstico, ninguém tomava café! Criou em nós um hábito bom. Não colocávamos nada na boca pelas manhãs, antes de orarmos, mesmo se estivéssemos na maior pressa. E isso passei para meus filhos. Sentímos um vazio muito grande quando não fazemos o culto doméstico.
Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.(Mateus 5:15)
A "candeia" da verdade de Deus, da sua palavra é colocada no "velador" em dias tão difíceis de tamanha escuridão espiritual. Tememos a Deus e o amamos acima de todas as coisas. Não temos "luz" só no nome. Pedimos a Deus que nos ajude a ter essa luz sempre acesa e em lugar de destaque em nossas vidas.