Membros

Alto Investimento



O mar... Como sempre, com uma beleza indizível e um poder devastador de me acalmar e me fazer pensar. Este ano. Resolvi!! Resolvi mesmo! Jogar-me de cabeça em um projeto ímpar: Cuidar e investir em mim mesma( Desculpem-me a redundancia. É para dar uma força a idéia) Não pense que é egoísmo, não. Meus filhos estão bem, saudáveis, lindos, educados. Dezessete anos bem dedicados, sem falar que estou, sempre de olho neles! E a casa? Sim, sem exageros meus últimos meses foi a cuidar da casa. Limpando, arrumando, melhorando o design, fazendo uma coisita e outra. Resultado: um cantinho bem aconchegante.E  minha cara metade? Nem sei como denominá-lo aqui: Marido? Esposo? Sei que não gosta. Pelo nome sei que não posso. Bem, o certo é que de vez em quanto ele tem que aparecer, afinal sou uma mulher casada.Vai tudo bem.
Voltando a motivação inicial. Ah... O mar. Ele estava mais lindo do que nunca. Cheguei a praia. Estranhamente sozinha. Sentei na areia quente e fofa e dei uma pausa para olhar o mar. Deixei que os pensamentos fluissem livremente sem direcioná-los para um ponto qualquer. Precisava daquele momento à  sós. Na noite anterior, pouco antes de adormecer, descobri lá no fundo, escondidinha, uma ferida que doía. Precisava trazê-la á luz para poder tratá-la. Desde quando ela estava lá? Não sei.
Sou rápida em tratar feridas. Mas aquela... Eu nem sabia que existia, nem a causa dela.
Lá longe alguns barcos de pesca compunham tão belamente a paisagem. Uma linha quase imperceptível, separava o verde do mar da imensidão azul do céu. Lindo! Profundo!
Nem sei quantos minutos passei nessa posição. Perco a noção do tempo quando admiro o mar. Resolvi dar uma volta. Meus pés afundaram na areia . Chegaram a doer. Só aí observei a hora 14:00! Loucura! Isso é hora de se andar na praia? Agora é tarde... Já estou aqui...(Pensei...)
Fui andando pela margem, deixando que a água banhasse meus pés cansados de tantos anos de caminhada. Observei que o posto dos Guarda Vidas estava lá e as bandeiras vermelhas sinalizavam para uma maior tranquilidade dos banhistas. Lembrei que na minha vida  há um "Guarda Vida" maior. Ele está comígo dia e noite. JESUS.
Ufa! Sentei um pouco e renovei-me com um momento de oração ao criador do céu, da terra e do mar. Que bom! Que momento gratificante! E assim passei grande parte da tarde: Andando na areia, recolhendo conchinhas, molhando meus pés na água salgada e sentada observando o mar.
Voltei para casa feliz. Sei que trilharei um longo caminho nesse ano de 2010 nessa busca de cuidar de mim mesma. E estar só é um dos passos que trilharei.
Fiz uma lista nas partes que vou "trabalhar" e que imensa lista! Ela me ajudará a ser diligente. Ah... Até coloquei um espelho em minha área de serviço, para poder me ver enquanto faço as tarefas domésticas. (Vai me ajudar a estar sempre bonita ) rs rs
Quanto a ferida, ela continua lá, mas a certeza de que vou trazê-la à luz e vou tratá-la, é apenas uma questão de tempo.