Membros

O sonho de ser mãe

Faz com que a mulher estéril habite em casa, e seja alegre mãe de filhos. Louvai ao SENHOR. Salmos 113:9
 Olá! Como você está? Nessa época do ano você é levada a diariamente a lembrar do seu sonho de ser mãe. A mídia colabora grandemente para isso, quando o comércio todo se volta para oferecer produtos para as mães. Os filhos são convidados aos Centros de compras com ofertas tentadoras de mimos para as suas mamães. Você não participa disso e fica desanimada é como se faltasse algo em sua vida. sente-se impotente, por não poder fazer nada. Afinal, um filho não se compra, se concebe. Mas não fique assim. Você vai conseguir realizar o seu sonho.
Sou uma mulher "arretada", nordestina, daquelas que vai e faz. Não aceito não, como resposta . Porém, nesse quesito, não poderia lhe ajudar a embalar um filho em seus braços porém posso indicar-lhe alguém que pode ajudá-la. Ele já fez uma mulher como você a conceber e levar essa gestação a termo. Você encontra o relato completo dessa história AQUI.
Mas vou dar uma "palhinha" de como tudo aconteceu. A nossa amiga chamada Ana era casada com um homem que a amava mas que tinha outra mulher e essa "outra" tinha filhos, porém a Ana era estéril.  E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar. E Ana chorava e não comia por causa das provocações da "outra". E aí? Situação difícil, não é mesmo? 
A história poderia ter terminado com uma mulher deprimida, angustiada, arredia ou até perdendo o grande amor da sua vida que era o seu mariado que a amava muito. A nossa amiga Ana, não se deu por vencida, mesmo com o quadro de esterilidade. Sabe o que ela fez? Foi ao Templo e lá ficou jejuando e orando por este motivo. Orava com tanta intensidade e angústia que o sacerdote ali presente, pensou que ela estava bêbada. Ela era apenas uma mulher atribulada de espírito que derramava a sua alma perante Deus e fazia o seu pedido ansiando por um filho. O seu marido a respeitava e a consolava.Dava presentes a ela pois queria vê-la feliz. E dizia: Ana, não te sou melhor do que dez filhos? Mas, nós sabemos que cada um tem o seu lugar em nosso coração. Ela queria um filho.
Um dia especial, Ana e seu marido amaram-se e Deus lembrou-se dela abrindo a sua madre. E para a sua surpresa, ela concebeu. Que felicidade! O impossível aconteceu contrariando as limitações de um sistema reprodutor estéril! A barriga crescia a cada dia e ela agradecia a Deus pelo milagre. No tempo certo, cumprindo uma gravidez a termo, nasceu um lindo menino que recebeu o nome de Samuel. Ana agora era igual a todas as mulheres. Era mãe! Podia embalar uma criança nos braços, podia amamentar e ser feliz com seu marido e seu filho.
Ana escreveu o final da sua história. Não desanimou na busca do seu sonho de ser mãe. Foi atrás, buscou a Deus que lhe respondeu.
Amiga, gosto de buscar minhas soluções e como já disse, nunca aceito não como resposta, sem antes de buscar, cavar, ir atrás. Isso vale também quando busco algo para alguém que precisa de mim. Como poderia lhe ajudar? Apenas orando por você e apresentando-lhe alguém que pode lhe dar um filho. Faça como Ana, entregue nas mãos de Deus esse seu desejo, coloque a sua alma perante Ele, como fez a nossa amiga e Deus vai lhe dar um filho. Deus vence as barreiras de saude, tempo e circunstâncias. Nove meses, foi o tempo vencido entre ter e não ter um filho. Talvez em maio de 2012, você já esteja com o seu filhinho no colo. Que assim seja, querida. Deus lhe abençõe nesse propósito.